Social Media. A nova cara do Gerente de Marketing.

Compartilhe este Artigo
  • 1
    Share

Um novo campo de trabalho foi criado graças às mídias sociais. Se você for trabalhar nesse novo campo, provavelmente se encontrará gerenciando contas de mídia social em várias plataformas, planejando campanhas publicitárias que serão comercializadas por meio de plataformas de mídia social ou produzindo conteúdo on-line que tenha um componente interativo.

O papel do Social Media nunca foi tão grande, e, nunca foi tão importante. Representando uma porta de entrada para a maioria dos consumidores para alguns e 100% para outros, as redes sociais são fundamentais para a sobrevivência de qualquer negócio. Seja para mostrar a qualidade dos serviços e produtos, seja para comunicar ou seja para atrair clientes. Fato é que as redes sociais não pode ser ignoradas, e as empresas estão se atentando a isso, por isso abre se o mercado do Social Media.

 

As Mídias sociais

As mídias sociais referem-se a sites e aplicativos projetados para permitir que as pessoas compartilhem conteúdo de maneira rápida, eficiente e em tempo real. Muitas pessoas definem as mídias sociais como aplicativos em seus smartphones ou tablets, mas a verdade é que essa ferramenta de comunicação começou com computadores. Esse equívoco deriva do fato de que a maioria dos usuários de mídia social acessa suas ferramentas por meio de aplicativos.

A capacidade de compartilhar fotos, opiniões, eventos, etc em tempo real, transformou a maneira como vivemos e, também, a maneira como fazemos negócios. Empresas que usam as mídias sociais como parte integral de sua estratégia de marketing geralmente veem resultados mensuráveis. Mas a chave para uma mídia social bem-sucedida é não tratá-la como um apêndice extra, mas tratá-la com o mesmo cuidado, respeito e atenção que você faz em todos os seus esforços de marketing

 

O seu trabalho como Social Media

Como profissional de mídia social, você provavelmente lidará com todas as maiores redes sociais (Facebook, Twitter, LinkedIn) e sites de compartilhamento de mídia (Instagram, YouTube, Snapchat), juntamente com talvez alguns outros, como o Pinterest e o Tumbir

Mas há muito mais nas mídias sociais do que nas principais redes sociais e redes de compartilhamento de mídia . Olhe para além daqueles tradicionais meios de mídia social e você verá que as pessoas estão usando muitos tipos diferentes de sites sociais para se conectar on-line por todos os tipos de motivos.

Houve uma época em que você poderia simplesmente categorizar redes de acordo com suas capacidades funcionais (Twitter para conteúdo de texto curto, YouTube para vídeo e assim por diante), esse tempo já passou. À medida que mais redes adicionam recursos avançados, como transmissão ao vivo e realidade aumentada, as linhas entre seus conjuntos de recursos continuam a diminuir e mudar mais rapidamente do que a maioria das pessoas possam ler sobre as alterações.

Portanto, em vez de categorizar redes de acordo com interesses de usuários hiperespecíficos ou recursos de tecnologia em mutação, preferimos pensar como profissionais de marketing e redes de grupo categorias gerais que se concentram no que as pessoas esperam alcançar ao usá-las.

Conhecer as categorias de todas as mídias sociais e entender por que as pessoas as utilizam pode abrir novas ideias e canais para se envolver com o público de maneira mais eficaz. Então, vamos trazer aqui alguns modelos de como as pessoas usam a internet para socializar e como seu conteúdo pode ser distribuído.

Redes Sociais

Exemplos: Facebook, Twitter, LinkedIn

Por que as pessoas usam essas redes

Para se conectar com pessoas (e marcas) on-line.

Como eles podem beneficiar seus negócios

Pesquisa de mercado, conscientização de marca, geração de leads, construção de relacionamento, atendimento ao cliente … a lista é quase infinita.

As redes sociais, às vezes chamadas de “redes de relacionamento”, ajudam pessoas e organizações a se conectarem on-line para compartilhar informações e ideias.

Embora essas redes não sejam o tipo mais antigo de mídia social, elas certamente o definem agora. Esses canais começaram como serviços relativamente simples – por exemplo, o Twitter era o lugar para responder à pergunta “o que você está fazendo?” E o Facebook era onde você podia verificar o status de relacionamento do “crush”

Agora, e especialmente desde o surgimento da internet móvel, essas redes tornaram-se centros que transformam quase todos os aspectos da vida moderna – da leitura de notícias ao compartilhamento de fotos de férias até a busca por um novo emprego – em uma experiência social.

Se você ainda não estiver usando essas redes principais como parte do seu plano de marketing de mídia social, ou se estiver procurando ideias para melhorar sua estratégia, existem alguns materiais de qualidade para tal.

 

Olha um post que a Coca Cola fez em sua página no Facebook.

Isso mostra que a comunicação descontraída e com foco em aproveitar as oportunidades que o mundo digital dá para fazer mais negócios

Redes de compartilhamento de mídia

Exemplos: Instagram, Snapchat, YouTube

Por que as pessoas usam essas redes

Para encontrar e compartilhar fotos, vídeos, lives e outras mídias on-line.

Como eles podem beneficiar seus negócios

Assim como as principais redes de relacionamento, esses sites são inestimáveis ​​para a conscientização da marca, a geração de leads, o envolvimento do público e a maioria de suas outras metas de marketing social.

As redes de compartilhamento de mídia oferecem às pessoas e às marcas um local para encontrar e compartilhar mídia on-line, incluindo fotos, vídeos e transmissão ao vivo.

As linhas entre redes de compartilhamento de mídia e redes sociais estão praticamente desaparecendo nos dias de hoje, à medida que redes de relacionamento social como Facebook e Twitter adicionam transmissão ao vivo , realidade aumentada e outros serviços multimídia às suas plataformas.

No entanto, o que distingue as redes de compartilhamento de mídia é que o compartilhamento de mídia é sua finalidade principal e definidora.

Embora a maioria das postagens em redes de relacionamento contenha texto, postagens em redes como Instagram e Snapchat começam com uma imagem ou vídeo, para as quais os usuários podem decidir adicionar conteúdo como legendas, menções de outros usuários ou filtros que fazem você parecer um coelho .

Da mesma forma, em sites como o YouTube e o Vimeo, o vídeo é o principal modo de comunicação.

Ao determinar se sua empresa precisa ou não estabelecer uma presença em uma rede de compartilhamento de mídia, é importante considerar seus recursos disponíveis. Se há uma coisa que as marcas de maior sucesso em plataformas como YouTube ou Instagram têm em comum, é uma missão completamente planejada e ativos de mídia cuidadosamente projetados, geralmente seguindo um tema específico. Aqui na imperionanet temos artigos que orientam como seguir uma estratégia em cada ambiente digital.

 

Olha a Gazin usando o Instagram para fazer negócios usando a linguagem da internet.

 

Fóruns de discussão

Exemplos: reddit, Quora, Digg

Por que as pessoas usam essas redes:

Para encontrar, discutir e compartilhar notícias, informações e opiniões.

Como eles podem beneficiar seus negócios

Essas redes podem ser excelentes recursos para pesquisa de mercado. Feito corretamente, você também pode anunciar neles, mas precisará ter cuidado para manter seus anúncios e postagens separados.

Os fóruns de discussão são a forma de interação mais antiga da era digital.

Estes são os locais onde as pessoas vão para descobrir o que todo mundo está falando e pesam sobre isso – e os usuários nesses sites geralmente não têm vergonha de expressar suas opiniões. Embora as redes de relacionamento social estejam cada vez mais implementando medidas para reduzir o anonimato e criar um espaço on-line seguro, os fóruns de discussão geralmente permitem que os usuários permaneçam anônimos, mantendo um pouco do “faroeste” usado para definir a experiência on-line. Fóruns baseados em interesses e nichos específicos melhoram a qualidade do debate e é um lugar aonde as pessoas buscam informações que o Google ainda não tem. Ou opiniões que agregam valor em uma decisão rápida. Atualmente o Facebook está nessa briga com os Grupos. É claro, longe de ser uma ameaça.

 

Redes de bookmarking e curadoria de conteúdo

Exemplos: Pinterest, Flipboard

Por que as pessoas usam essas redes

Para descobrir, salvar, compartilhar e discutir novos conteúdos e mídia.

Como eles podem beneficiar sua empresa: essas redes podem ser altamente eficazes para gerar reconhecimento da marca, envolvimento do cliente e tráfego do website.

Redes de bookmarking e curadoria de conteúdo ajudam as pessoas a descobrir, salvar, compartilhar e discutir novos conteúdos e mídia.

Essas redes são um foco de criatividade e inspiração para pessoas que buscam informações e ideias e, adicionando-as ao seu plano de marketing de mídia social, você abrirá novos canais para criar reconhecimento de marca e interagir com seu público e clientes.

Redes de favoritos como o Pinterest ajudam as pessoas a descobrir, salvar e compartilhar conteúdo visual. Um primeiro passo fácil para começar a usar o Pinterest é tornar seu site favorito para os favoritos. Isso envolve a otimização de títulos e imagens em seu blog e ou website para os feeds que essas redes usam para acessar e compartilhar seu conteúdo. Você também deve prestar muita atenção nas imagens exibidas em seu site ou blog – essas são as exibições das janelas dos Pins, para que você queira que elas sejam boas representações de seu conteúdo.

Redes de curadoria de conteúdo como o Flipboard são semelhantes às redes de bookmarking, mas com foco em encontrar e compartilhar artigos e outros conteúdos de texto. Você pode criar sua própria revista Flipboard para classificar o conteúdo mais interessante sobre o seu tema de escolha de fontes de terceiros e para mostrar seu próprio conteúdo.
Outros tipos de redes também estão adicionando recursos de bookmarking e curadoria. Por exemplo, o Instagram agora oferece recursos para os usuários salvarem o conteúdo e criarem coleções particulares .

Redes de revisão do consumidor

Exemplos: Reclame aqui, Google Local.

Por que as pessoas usam essas redes:

Para encontrar, revisar e compartilhar informações sobre marcas, produtos e serviços, além de restaurantes, destinos de viagem e muito mais.

Como eles podem beneficiar sua empresa: comentários positivos trazem uma prova social para suas reivindicações. Bem tratado, você pode resolver problemas com clientes insatisfeitos .

Redes de revisão de consumidores dão às pessoas um lugar para analisar marcas, empresas, produtos, serviços, pontos de viagens e praticamente qualquer outra coisa.

As resenhas são um tipo de conteúdo que agrega muito valor a muitos websites e serviços on-line.

Existem sites para revisar qualquer coisa, desde hotéis e restaurantes até os negócios em que você está pensando em se candidatar a um emprego – e as análises de usuários têm mais peso do que nunca. De fato, de acordo com uma pesquisa da BrightLocal , 88% dos consumidores confiam tanto em avaliações on-line quanto em recomendações pessoais.

É vital que sua marca tenha a capacidade de atrair avaliações positivas de usuários e lidar com avaliações negativas. Para fazer o gerente de mídia deve dar uma atenção especial para as avaliações da empresa, respondendo a todos de um jeito sutil e educado e tentar ajudar e entender as avaliações negativas e resolver para que mais pessoas não sigam esse caminho.

 

Blogging e redes de publicação

Exemplos: WordPress, Tumblr, Medium

Por que as pessoas usam essas redes

Para publicar, descobrir e comentar conteúdo on-line.

Como eles podem beneficiar sua empresa

O marketing de conteúdo pode ser uma maneira altamente eficaz de interagir com seu público-alvo, construir sua marca e gerar leads e vendas.

As redes de publicação e publicação de blogs oferecem às pessoas e às marcas ferramentas para publicar conteúdo on-line em formatos que incentivam a descoberta, o compartilhamento e o comentário. Essas redes vão desde plataformas de blogs mais tradicionais, como WordPress e Blogger, até serviços de microblog, como o Tumblr e plataformas de publicação social interativas como o Medium.

Se a sua estratégia  inclui marketing de conteúdo sua empresa pode ganhar visibilidade mantendo um blog. Um blog não apenas ajuda a aumentar a conscientização sobre sua empresa e gera mais conteúdo envolvente para seus canais sociais, como o Facebook; Ele também pode ajudar a criar um nicho para sua marca como um líder em sua indústria.
O blog é  parte de uma estratégia maior. A estratégia de aparecer organicamente no Google, que para entender tudo isso sugiro ler nossos artigos sobre SEO.

 

Redes de economia de compartilhamento

Exemplos: Airbnb, Uber

Por que as pessoas usam essas redes

Para anunciar, encontrar, compartilhar, comprar, vender e trocar produtos e serviços entre colegas.

Como eles podem beneficiar seus negócios

Se você oferecer o tipo de produtos ou serviços comercializados aqui, essas redes podem ser outro canal para atrair negócios.

As redes de “ economia compartilhada ”, também chamadas de “redes de economia colaborativa”, conectam pessoas on-line com o objetivo de anunciar, encontrar, compartilhar, comprar, vender e comercializar produtos e serviços.

E, embora provavelmente você já esteja familiarizado com redes de grande nome, como o Airbnb e o Uber, há um número crescente de redes de nicho que você pode usar para comprar e vender produtos e serviços, como ifood ou Eats do Uber.

Esse modelo on-line para o comércio entre pessoas tornou-se viável e popular nos últimos anos, quando as pessoas começaram a confiar nas revisões on-line e se sentiram à vontade para usá-las para avaliar a reputação e a confiabilidade dos vendedores e prestadores de serviços. A economia colaborativa hoje funciona porque a confiança pode ser verificada eletronicamente através de redes sociais … as mídias sociais permitem que a economia colaborativa corra bem.

Embora a maioria dos profissionais de marketing ache essas redes muito especificamente direcionadas ou restritivas, se você fornecer o tipo de produto ou serviço que é negociado em uma determinada rede, convém analisá-lo como outro canal para gerar leads e vendas.

Se você está explorando novos mercados potenciais para o seu negócio ou apenas procurando novos canais para se conectar com seus clientes, existem muitos tipos de mídia social que você pode usar. Alguns são praticamente obrigatórios para qualquer negócio; outras são úteis para um subconjunto menor de empresas de nicho; e alguns você deve evitar completamente.

Quaisquer que sejam suas necessidades e seus objetivos, é uma aposta segura que você encontrará o que procura em algum lugar no social.

Dito isso concluímos que o nível de atuação de um profissional de social media que tem o objetivo de gerar engajamento e aumentar a visibilidade do negócio é bastante ampla e deve ser valorizada, pois os resultados obtidos se feita com uma boa estratégia pode ter um desempenho 10 vezes superior ao marketing tradicional seja uma simples lojinha de Assai, seja uma multinacional.