Conheça os princípios básicos da propaganda para seu próximo anúncio

Compartilhe este Artigo
  • 1
    Share

A propaganda, se feita corretamente, pode ter um efeito poderoso nas vendas ou outro objetivo final de qualquer negócio. “Feito corretamente” é o termo operativo, porque muitos pequenos empreendedores não fazem propaganda particularmente bem elaborada.

Embora você possa não ter um departamento de marketing ou publicidade grande ou pequena e talvez não seja possível pagar por uma grande agência de publicidade, isso não significa que você não possa criar propagandas de sucesso.

Apesar de não ser simples e exigir um olhar apurado e ter conhecimentos do público que quer atingir, a propaganda pode ser feita por qualquer pessoa ou empresa, se vai ser um sucesso ou fracasso depende da sua criatividade e capacidade. Neste artigo preparei algumas dicas de princípios a ser usados para te ajudar.

Aqui estão seis princípios básicos para ajudá-lo a criar um anúncio que possa gerar negócios.

 

1. Defina seu cliente.

Propaganda bem sucedida não começa com um grande conceito criativo, visual ou cópia. A propaganda bem-sucedida começa com o conhecimento – especificamente, o conhecimento de seu mercado e seu cliente. Quem são seus clientes-alvo? O que eles precisam? O que eles querem que você forneça (e que seus concorrentes oferecem ou não)?

Para uma pequena empresa com um orçamento de propaganda limitado, é imperativo que você defina o perfil do seu cliente principal e, em seguida, concentre a sua mensagem no perfil. Caso contrário, corre o risco de criar uma mensagem pouco clara que atinja o coração de ninguém.

Seja específico em seu perfil, pois definirá o que você diz (veja o item 2 abaixo) e como e onde você o diz (como e onde você colocará seu anúncio). Os seus clientes-alvo são pais com alto rendimento disponível? Eles são específicos ou fazem parte das massas? Definir o seu cliente-alvo é um primeiro passo crítico. Às vezes, você será capaz de identificar facilmente o seu cliente-alvo, especialmente se eles forem simplesmente residentes de sua comunidade local. Às vezes, esse exercício pode ser mais complexo. É um tomador de decisões em outro tipo de negócio? Você precisa entender melhor os clientes de seus concorrentes e identificar os que você pode facilmente atrair? Aproveite o tempo para considerar seu público cuidadosamente.

 

2. Crie uma única mensagem.

Antes de começar a criar ótimas propagandas, é importante dar este primeiro passo crítico na criação de uma mensagem central que será encaminhada ao seu cliente de perfil. No jargão da propaganda lá no mundo dos gringos, isso é conhecido como USP, ou Unique Selling Proposition. E é a copy mais importante a ser escrita – copy que, a propósito, o público nunca verá, porque é um documento estratégico interno.

A USP é uma declaração de uma ou duas frases que articula a ideia central que seu anúncio deve transmitir. É o alicerce sobre o qual seu anúncio será construído. Coloque na parede para a equipe criativa(ou você mesmo) fazer referência constante à medida que desenvolve conceitos para o anúncio. Toda ideia criativa deve rastrear de volta para a USP. (Se você já ouviu um anúncio criticado por estar “fora da marca” ou “fora da estratégia”, a referência é ao anúncio que não está alinhado à USP.)

Em resumo, o desenvolvimento de uma USP garante que o anúncio que você criar esteja dizendo exatamente a coisa certa para o cliente certo.

 

3. Crie propaganda intrigante

Depois de ter definido seus clientes-alvo e o que você precisa dizer para eles, o trabalho estratégico correspondente a 50% do total já está concluído. É hora de soltar os outros 50% – e criar a propaganda intrigante.

Produzir ótimos anúncios geralmente começa com a criação de um conceito abrangente, ou tema, que reflete a identidade exclusiva de sua empresa ou produto. Pode também mostrar os principais benefícios da sua empresa ou produto. Alguém da Coca-Cola decidiu que as alegrias e sentimentos seriam o conceito central em torno do qual se envolveria sua propaganda corporativa, ela tem funcionado desde sempre.

Qual será o seu conceito criativo central? Um visual arrebatador? Uma ótima linha? Uma ideia inovadora? Abra sua mente, libere sua imaginação e deixe sua criatividade interior livre. Mas lembre-se, os conceitos que você gera precisam se alinhar ao seu cliente-alvo e ao seu USP.

Quer contar com o auxílio do Facebook e Whatsapp para mostrar sua propaganda para mais pessoas?

Clique aqui para automatizar postagens no Facebook

Clique aqui para automatizar anúncios no Whatsapp

Ou clique aqui para aumentar seus seguidores no Instagram

 

4. Você passa credibilidade?

Você passa credibilidade?

Ou

Aonde você investe seu orçamento é de credibilidade?

Este gráfico ainda de 2016 mostrava a confianca das pessoas na midia, atualmente isso ja está bem diferente, mas só trazemos o gráfico para efeito de comparação.

Você está investindo em lugares confiáveis para seu público?

Até porque não basta ser confiável ou parecer, suas ccompanias também tem que ser.

O link para o estudo é este aqui.

 

Se tornou natureza humana ser cético em relação à propaganda. Isso significa que você é responsável por garantir que as mensagens em sua propaganda sejam confiáveis.

Isso também vale para a mensagem passada, se ela tem credibilidade ou não.

Muitos anunciantes aprenderam da maneira mais difícil que afirmações não aceitas diminuem a confiança do cliente. E uma vez perdido, é quase impossível recuperar. Os consumidores não farão negócios com uma empresa em que não confiam. (Você faria?)

 

5. Não se esqueça de informações de contato.

Um dos erros de propaganda mais comuns que as pequenas empresas cometem é omitir suas informações de contato no anúncio.

Colocar informações de contato em seu anúncio é tão básico que é uma maravilha que qualquer empresa esqueçe. Mas eles fazem. Imagine: um restaurante cria um ótimo anúncio, compra espaço em um jornal, revista, outdoor ou site … e o anúncio não inclui o número de telefone, o URL do website ou o endereço de e-mail, o que significa que os clientes em potencial não precisam de mais informações . O anúncio da empresa (e o orçamento de propaganda) é imediatamente inutilizado.

A moral dessa história? Certifique-se de incluir as informações de contato da sua empresa em seu anúncio. Para esse efeito, suas informações de contato precisam ir em qualquer coisa e tudo o que o público vê da sua empresa: embalagens, veículos, sinalização, artigos de papelaria, camisetas e assim por diante. Certifique-se de que suas informações de contato sejam proeminentes e fáceis de ler, especialmente em mídias de visualização rápida, como veículos e outdoors.

Nota importante: Certifique-se de que suas informações de contato resultem em uma boa experiência para o cliente em potencial. Certifique-se de que qualquer pessoa que atenda ao seu telefone ou cumprimente os clientes pessoalmente seja agradável e saiba como responder a perguntas sobre seus produtos ou serviços. Eles devem ser gentis e bem informados ao fornecer informações. Certifique-se de que seu website esteja funcionando e inclua as informações que seus clientes desejam aprender. E, se você fornecer um endereço de e-mail, certifique-se de que os remetentes recebam uma resposta imediata e completa.

 

6. Teste (e teste novamente).

Não existe propaganda perfeita. É uma mistura inexata de arte e ciência – o que significa que sempre pode ser melhorada. É por isso que as empresas realizam testes regularmente, repetidas vezes, em um esforço contínuo para melhorar o retorno de seus investimentos em propaganda.

Alguns exemplos de maneiras pelas quais você pode realizar seus próprios testes:

Definir um cliente alvo diferente
Crie uma nova mensagem
Experimente um conceito criativo diferente
Coloque sua propaganda em novos lugares
Inclua uma promoção ou um cupom especial (ou, no caso de propaganda on-line, código de cupom) no seu anúncio, e conte o número que for usado
Uma forma comprovada de teste é o “teste de copy”. Geralmente conduzido por agências especializadas, envolve testes prévios para verificar se o anúncio recém-criado será eficaz. Algumas das variáveis ​​que um teste de copy pode medir são:

  • Lembre-se: Com que rapidez o material publicitário é lembrado pelos consumidores?
  • Recepção: O que os participantes do teste acreditam ser a mensagem principal?
  • Ajuste da marca: O conceito de anúncio é adequado à sua empresa?
  • Perfil/tonalidade: Quais atributos estão associados ao anúncio?
  • Impacto: O anúncio estimula o uso do produto?

 

Quer saber mais? Veja os artigos complementares.